Rua Felipe Neri, 353
Auxiliadora - Porto Alegre
+55 51 3022 2600

Rua Girassol, 796/sala 10
Vila Madalena - São Paulo
+55 11 4301 9493

8484 Wilshire Blvd. #515
Beverly Hills, CA 90211
+1 323 648 5231

Durante 20 anos Arthur de Faria & Seu Conjunto foi o grupo ao qual o músico gaúcho chamou de "minha banda". Foram 5 discos lançados e um sexto, gravado há alguns anos, que está finalmente sendo concluído. "Viajamos pelo mundo e fizemos um monte de coisas legais. Só que eu era o o mais novo e a gente foi ficando velho depois de 20 anos", conta Arthur. A formação erudita de Arthur faz com que boa parte da sua produção e tempo sejam destinados para a produção de trilhas para cinema e teatro. Mas sua inclinação para o popular faz com que ele busque habitar aquele que é o ambiente mais comum para os que fazem parte desse território. Arthur precisa estar em uma banda.

Encerrado o ciclo do Arthur de Faria & Seu Conjunto é hora de começar tudo de novo. Hora de começar uma banda nova. Arthur de Faria & A Orkestra do Kaos."Quando montei a Orkestra do Kaos eu quis ser o mais velho e renovar mesmo. Então procurei alguns dos músicos mais legais dessa cena nova de Porto Alegre e chamei-os para tocar comigo. Erick Endres, Lorenzo Flach, Bruno Vargas e Lucas Kinoshita. Todos são músicos acima da média."  ‍‍‍

Rua Felipe Neri, 353
Auxiliadora - Porto Alegre
+55 51 3022 2600

Rua Girassol, 796/sala 10
Vila Madalena - São Paulo
+55 11 4301 9493

8484 Wilshire Blvd. #515
Beverly Hills, CA 90211
+1 323 648 5231

Durante 20 anos Arthur de Faria & Seu Conjunto foi o grupo ao qual o músico gaúcho chamou de "minha banda". Foram 5 discos lançados e um sexto, gravado há alguns anos, que está finalmente sendo concluído. "Viajamos pelo mundo e fizemos um monte de coisas legais. Só que eu era o o mais novo e a gente foi ficando velho depois de 20 anos", conta Arthur. A formação erudita de Arthur faz com que boa parte da sua produção e tempo sejam destinados para a produção de trilhas para cinema e teatro. Mas sua inclinação para o popular faz com que ele busque habitar aquele que é o ambiente mais comum para os que fazem parte desse território. Arthur precisa estar em uma banda.Encerrado o ciclo do Arthur de Faria & Seu Conjunto é hora de começar tudo de novo. Hora de começar uma banda nova. Arthur de Faria & A Orkestra do Kaos."Quando montei a Orkestra do Kaos eu quis ser o mais velho e renovar mesmo. Então procurei alguns dos músicos mais legais dessa cena nova de Porto Alegre e chamei-os para tocar comigo. Erick Endres, Lorenzo Flach, Bruno Vargas e Lucas Kinoshita. Todos são músicos acima da média."  

As primeiras gravações aconteceram nos estúdios da Loop Discos, onde a banda estava registrando algumas de suas músicas para o projeto Loop Sessions. Após o registro despretensioso, o acaso se apresentou para Arthur: "gravamos tudo ao vivo, todo mundo vazando no microfone de todo mundo. Algumas semanas depois da gravação quando sentei para escutar as faixas eu fiquei surpreso. Tínhamos feito muito mais do que um registro. Tínhamos feito um disco." Os únicos a serem adicionados em pós gravações foram Adolfo Almeida Jr. (fagote), Giovanni Berti (percussão) e Maria Antonia de Faria (vocal).O primeiro EP da Orkestra do Kaos "Ao Vivo No Estúdio" também é uma novidade para Arthur no que diz respeito a construção dos arranjos. "No Arthur de Faria e Seu Conjunto era tudo arranjado, tudo escrito. Agora , com a Orkestra,eu não estou escrevendo nenhuma partitura. A gente vai ensaiando e montando as músicas", comenta. E assim a banda foi experimentando e construindo um EP que tem na ampla mistura de ritmos e influências sua maior unidade, transitando no mais organizado caos entre milonga misturada com black sabbath cantada em espanhol, candombe (ritmo uruguaio), pop, rock e funk setentista.O primeiro single desse trabalho já está no ar. É a faixa "Saudade da Maloca",( que é uma) composição de Arthur de Faria e John Ulhoa (Pato Fu). A música foi feita há 8 anos quando Arthur mandou uma "letra gigante" para John, que então editou, cortou e colocou música. Arthur diz que "Saudade da Maloca"já havia sido interpretada por outros artistas e tem algumas versões não oficiais pela internet. Mas sempre achei que ela deveria ter vocal feminino e, com a Maria Antonia cantando, a música recebeu o seu primeiro registro oficial."

foto: Raul Krebs

As primeiras gravações aconteceram nos estúdios da Loop Discos, onde a banda estava registrando algumas de suas músicas para o projeto Loop Sessions. Após o registro despretensioso, o acaso se apresentou para Arthur: "gravamos tudo ao vivo, todo mundo vazando no microfone de todo mundo. Algumas semanas depois da gravação quando sentei para escutar as faixas eu fiquei surpreso. Tínhamos feito muito mais do que um registro. Tínhamos feito um disco." Os únicos a serem adicionados em pós gravações foram Adolfo Almeida Jr. (fagote), Giovanni Berti (percussão) e Maria Antonia de Faria (vocal).

O primeiro EP da Orkestra do Kaos "Ao Vivo No Estúdio" também é uma novidade para Arthur no que diz respeito a construção dos arranjos. "No Arthur de Faria e Seu Conjunto era tudo arranjado, tudo escrito. Agora , com a Orkestra,eu não estou escrevendo nenhuma partitura. A gente vai ensaiando e montando as músicas", comenta. E assim a banda foi experimentando e construindo um EP que tem na ampla mistura de ritmos e influências sua maior unidade, transitando no mais organizado caos entre milonga misturada com black sabbath cantada em espanhol, candombe (ritmo uruguaio), pop, rock e funk setentista.O primeiro single desse trabalho já está no ar. É a faixa "Saudade da Maloca",( que é uma) composição de Arthur de Faria e John Ulhoa (Pato Fu). A música foi feita há 8 anos quando Arthur mandou uma "letra gigante" para John, que então editou, cortou e colocou música. Arthur diz que "Saudade da Maloca"já havia sido interpretada por outros artistas e tem algumas versões não oficiais pela internet. Mas sempre achei que ela deveria ter vocal feminino e, com a Maria Antonia cantando, a música recebeu o seu primeiro registro oficial."‍‍‍